sexta-feira, 19 de agosto de 2016

21/08 ♥ Concerto MASP: Orquestra Juvenil Heliópolis e Grupo de Metais e Percussão do Instituto Baccarelli‏ ♥

Orquestra Juvenil Heliópolis e o regente titular, Edilson Ventureli


Orquestra Juvenil Heliópolis e Grupo de Metais e Percussão do Instituto Baccarelli apresentam-se no Auditório do MASP


Edilson Ventureli


Regida por Edilson Ventureli, a formação jovem da instituição interpretará Beethoven 
em 21/8; no mesmo dia o grupo de câmara faz sua estreia neste palco


Apresentações de dois dos núcleos musicais do Instituto Baccarelli no Auditório MASP Unilever estão programadas para 21 de agosto (domingo): a Orquestra Juvenil Heliópolis (OJH), sob regência do seu maestro titular, Edilson Ventureli, e o Grupo de Metais e Percussão do Instituto Baccarelli, conduzido por Marcos dos Anjos.

O primeiro concerto, às 11h, é da Orquestra Juvenil Heliópolis, que interpretará o Concerto nº 5 Para Piano em Mi Bemol Maior, Op.73 – Imperador, do consagrado mestre alemão Ludwig van Beethoven, composto entre 1809 e 1810, com solos do pianista Rogério Zaghi, além da Sinfonia nº 6 em Fá Maior, Op.68 – Pastoral, composta em 1808, que consagrou definitivamente o mito de Beethoven. O conjunto é composto por 60 instrumentistas, com idades entre 14 e 25 anos. Como característica, a OJH alia a jovialidade de seus músicos com a maturidade e o conhecimento adquirido de seus professores e regente titular.

Último concerto para piano e orquestra escrito por Beethoven, o Concerto nº 5 Para Piano em Mi Bemol Maior, Op.73 – Imperador é dedicado ao patrono e aluno do compositor, o arquiduque Rodolfo, da Áustria e teve estreia em 1811, em Leipzig, pela orquestra Gewandhaus. Embora o piano seja protagonista nesta composição grandiosa e de temática heróica, a obra traz virtuosos diálogos com a orquestra.

Verdadeira obra-prima de Beethoven, a Sinfonia nº 6 em Fá Maior, Op.68 – Pastoral foi escrita em sua fase mais produtiva, na primeira década do século XIX. Em paralelo ao avanço da sua perda auditiva, o compositor consagra-se como gênio criador de uma estética original, marcando definitivamente a história da música. A primeira audição pública desta obra foi em 1808, no teatro An der Wien, e inicialmente causou um estranhamento da plateia. A “Sinfonia Pastoral”não narra uma história específica, e aproxima o compositor da ideologia romântica.

Às 16h, o recém-criado Grupo de Metais e Percussão do Instituto Baccarelli fará sua primeira apresentação na sala do tradicional museu da Avenida Paulista. Para consagrar este momento, o grupo traz para o palco obras de Aaron Copland (Fanfare for the Common Man – Fanfarra Para o Homem Comum), Richard Strauss (Fanfarra Para a Abertura da Semana de Música de Viena), Giovanni Gabrieli (Canzon Duodecimi Toni, com edição de Robert King), Jean Sibelius (Finlândia, com arranjo de Steven Verhelst), Jim Parker (A Londoner in New York – Um Londrino em Nova York), Antônio Carlos Gomes (Il Guarany: Abertura, com arranjo de Jean-François Taillard) e Gilberto Gagliardi (Cantos Nordestinos).

Iniciado em 20 de março com a Orquestra Sinfônica Heliópolis sob a regência do maestro norte-americano Christopher Russell, o ciclo de concertos do Instituto Baccarelli no MASP prosseguirá até 20 de novembro, com duas apresentações sempre aos domingos e em dois horários: 11h e 16h; e encerra em 18 de dezembro, com uma apresentação do Coral da Gentedo Instituto Baccarelli. Todos os concertos têm cerca de uma hora de duração, sem intervalo. Ainda em 2016, a Orquestra Juvenil Heliópolis voltará ao Auditório MASP Unilever em 16 de outubro, com o maestro Ventureli e solos da violoncelista Julia Wasmund, para brindar o público com obras de Elgare Dvořák.


SERVIÇO

Orquestra Juvenil Heliópolis e Grupo de Metais e Percussão do Instituto Baccarelli

Local: Auditório MASP Unilever

Endereço: Avenida Paulista, 1578 – São Paulo/SP
Data: 21 de agosto (domingo), às 11h e às 16h
Ingressos:R$ 10 (inteira) 
Vendas: bilheteria do Masp ou pela Ingresso Rápido (www.ingressorapido.com.br
ou 11/4003.1212). Aceita todos os cartões.
Capacidade: 374 pessoas, com acesso para portadores de necessidades especiais
Classificação etária: livre
Duração: 60 minutos



LUDWIG VAN BEETHOVEN

Nascido em 1770 em Bonn, cidade localizada na atual Alemanha, o compositor Ludwig van Beethoven é considerado um gênio da história da música, sobretudo por ter estabelecido novos padrões às sinfonias tradicionais do ocidente. Suas obras são longas e expressam ideias e sentimentos profundos, uma representação do Romantismo que marca a obra do autor. Após estudar em casa com o próprio pai, Johann van Beethoven, e depois ter aulas com um organista da Corte, o garoto prodígio publicou sua primeira composição aos 12 anos, com variações no piano sobre uma composição de Dressler. Em 1792 mudou-se para Viena, cidade onde permaneceu até o final da vida e se tornou reconhecido como pianista, após estudar com Joseph Haydn e outros consagrados compositores. Ao todo, produziu nove sinfonias, uma ópera, além de inúmeras canções e concertos, sobretudo para piano, e grupos de câmara. Beethoven morreu em Viena, em 26 de março de 1827, porém ainda hoje seu legado possui enorme importância.


ORQUESTRA JUVENIL HELIÓPOLIS

Formada por 60 instrumentistas, a Orquestra Juvenil Heliópolis (OJH) alia a jovialidade de seus músicos – com idades que variam de 14 a 25 anos – com a maturidade e o conhecimento adquirido de seus professores e regente titular, Edilson Ventureli. Criada e mantida pelo Instituto Baccarelli, a orquestra está comprometida em promover a democratização do acesso à música de concerto – missão que já levou o grupo a importantes palcos, como Sala São Paulo, Theatro São Pedro, Centro Cultural São Paulo e Auditório MASP Unilever, entre outros. O grupo também representou o Instituto em eventos notáveis, como os programas Criança Esperança (2011) e a III Conferência Global Sobre o Trabalho Infantil, realizada pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) em Brasília.


GRUPO DE METAIS E PERCUSSÃO DO INSTITUTO BACCARELLI

Criado em 2016, o Grupo de Metais e Percussão integra uma iniciativa do Instituto Baccarelli à pratica de música de câmara – uma das mais difíceis para o artista, por exigir um estudo mais aprofundado das peças executadas, trabalhando refinamentos sonoros, dinâmicas e equilíbrio entre os sons dos instrumentos, já que cada músico desempenhará, em alguma parte, papel de solista. Orientado pelo professor Marcos dos Anjos Jr., o grupo é formado por 24 músicos – 8 trompas, 6 trompetes, 5 trombones, 2 tubas e 3 percussionistas –, integrantes tanto da Orquestra Juvenil Heliópolis quando da Orquestra Sinfônica Heliópolis. O repertório trabalhado transita pelo universo da música de concerto e da música popular, mantendo alto padrão de excelência.


SOBRE O INSTITUTO BACCARELLI                                               

Em 1996, sensibilizado por um incêndio de grandes proporções em Heliópolis, o maestro Silvio Baccarelli prontificou-se a ensinar música para 36 crianças e jovens da comunidade, como forma de diminuir o sofrimento das famílias atingidas e contribuir para a autoestima e possibilidade de educação desses menores. Como o bairro da zona sul paulistana não dispunha de local apropriado para as atividades, o maestro cedeu o próprio imóvel, o Auditório Baccarelli (localizado na Vila Clementino), para dar início às aulas.

Surgia, assim, o Instituto Baccarelli, uma organização sem fins lucrativos que, hoje, já em sede própria, atende anualmente mais de 1.000 crianças e adolescentes por meio de seus programas socioculturais, os quais têm como premissa pedagógica proporcionar uma formação musical e artística de excelência, contribuindo, dessa forma, para o desenvolvimento pessoal e criando oportunidades de profissionalização na música erudita.

Para essas atividades, o Instituto dispõe de ampla estrutura, distribuída em dois prédios, onde ocorrem práticas de conjunto de 5 orquestras, 14 corais e 6 grupos de câmara, além de aulas em grupo e individuais sob a responsabilidade de 6 regentes e 60 professores.

A Orquestra Sinfônica Heliópolis (OSH), principal formação da casa, é reconhecida internacionalmente por sua qualidade artística. Composta por 65 músicos, promove o nome do bairro em todo o Brasil, impactando positivamente na identidade da comunidade e na vida dos moradores. Com direção artística de seu maestro titular, Isaac Karabtchevsky (81), a orquestra tem como patrono o maestro indiano Zubin Mehta (80), que visitou a instituição em 2005 e se encantou com o poder da música enquanto ferramenta de transformação social. Até hoje, a OSH é a única orquestra de toda a América do Sul que teve a oportunidade - e orgulho - de ser regida por Mehta.

Para a manutenção de suas atividades, o Instituto Baccarelli conta com os seguintes patrocinadores, distribuídos por categorias. Master: Petrobras; Ouro: BNDES, Vivo e Volkswagen; Prata: Banco Volkswagen, Bradesco e, Grupo Segurador BB & Mapfre; Bronze: Instituto Votorantim, Magazine Luiza e Pernambucanas.”


Informações Instituto Baccarelli

Endereço: Estrada das Lágrimas, 2.317 – Heliópolis, São Paulo/SP
Horário: de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 20h30; Sábados, das 8h30 às 15h30.
Contatos: (11) 3506-4646 ou pelo email comunicacao@institutobaccarelli.org.br
Site: www.institutobaccarelli.org.br


À NE PAS MANQUER !!!



Nenhum comentário:

Postar um comentário