segunda-feira, 18 de outubro de 2010

♥ 18 de Outubro ♥ DIA DO MÉDICO ♥





Minha singela Homenagem a todos os Médicos que dedicam suas vidas, estando sempre prontos a ajudar, confortar, curar e atender com todo o Carinho e Dedicação seus pacientes, sacrificando até mesmo o convívio com suas famílias.
Quantas noites mal dormidas... quantos plantões... uma vida sacrificada para o bem estar do próximo !!!!
Todo o Meu Respeito e Admiração a esses Profissionais tão Abençoados !!!!
Félicitations !!!!!!
Aujourd'hui c'est Votre Jour !!!!!

Em Especial quero Féliciter Mes Chers Amis Médicins que sempre estiveram ao meu lado em todas as horas, atendendo minhas filhas, meu marido, meus empregados, meus amigos et a moi même, com tanto Carinho, Dedicação, sem hora, sem lugar, a qualquer momento e solicitação minha !!!!
Vocês não Imaginam a Importância que vocês têm na Minha Vida !!!!!
AMOOOOOOOOOOOOOOOOOO vocês !!!!
Jamais terei palavras para Agradecer... essa Homenagem é ainda muuuuuito pequena para o tamanho da minha Gratidão !!!!!
Grooooooooooooooos et Tendres Bisous dans Vos Coeurs♥♥♥



ORAÇÃO AO MÉDICO


SENHOR !
Que no mister de apaziguar a dor,
Possa a ciência prosseguir no amor !
Que haja olhos para o invisível...
E esperança para o impossível.
Que sejam os dons a diagnosticar,
Por Teu amor... a nos poder curar !
Que todo corpo seja indivisível,

Que frente à dor nos possa haver alívio !
Que se percorra por caminhos lícitos,
Que valha a pena todo o sacrifício !
Sabedoria para entender...
Que só a Ti pertence o saber !

Que as santas mãos possam acalentar...
No Teu mistério...sempre a iluminar !
Na trajetória...na missão de LUCAS
Se alicerce toda a nobre luta !
E quando a vida anunciar que...”não”,
Nos resguardemos todos...em oração...




Uma Oração para os Médicos

                  Ao exercer minha profissão
                  Que Deus ilumine meus sentidos
                  Ilumine minha razão
                  Abençoa meu coração
                  Para aliviar a dor do irmão
                  Aguçando meus conhecimentos
                  Para alcançar o perfeito diagnostico
                  Desde o mais sutil sintoma
                  Desvendar a causa verdadeira do mal
                  E este mal eliminar, extirpar
                  Para o conforto e alivio proporcionar
                  Que guie minha mãos
                  Ao necessitar o procedimento ser evasivo
                  No Templo do corpo humano
                  E dele o indevido expulsar
                  Sem nada mais danar
                  Que a Hipócrates possa Honrar e Orgulhar
                  “Conservarei imaculada minha vida e minha arte.
                  Não praticarei a talha, mesmo sobre um calculoso confirmado;
                  deixarei essa operação aos práticos que disso cuidam.”
                  Assim aliviando e confortando
                  a todos que de mim necessitar
                  Independente de condições e interesses
                  Enfim, exercer dignamente
                  A missão que a mim Deus confiou
                  Amém
                        Joe’A





MÉDICOS

Médicos, profissionais liberais,
Não são sacerdotes, nem heróis.
Os atores assim  os representam,
Porque desconhecem estórias reais.

Médicos, apenas homens, erram, cometem vacilos.
Como em todas as profissões, são muito  ou pouco capazes,
Dedicados, responsáveis, raramente negligentes.
Cabe a vocês descobri-los.

Rompem obstáculos, quase instransponíveis,
De governamentais  a institucionais.
No bem ou no mal, acompanhado de justificativas,                        
Médicos obrigam-se a identificar o último, para exercitar o primeiro.

Vivem como defronte a uma densa roseira
Com galhos repletos de espinhos,
Tentando alcançar as poucas flores
Sem, no entanto, consegui-lo sem ferir-se.

Não passa despercebida a necessidade que têm
De serem reconhecidos,  lembrados,
Até porque, somente para quem pratica o bem,
A lembrança do seu nome é interessante.

Por vezes passam um pouco dos limites, expondo com altivez seus sucessos,
Orgulhosos de tantas vidas terem salvo e de tanta dor terem aliviado.
Esquecem que, não raramente,  a estatística,  “Senhora da Razão”,
Ocasionalmente, caminha para  falsa conclusão.

É a vaidade de quem, com frequência, defronta a morte,
Ultrapassando, levemente, a humildade.
Enfim,são apenas  pequenos deslizes,
De quem  convive com tantos momentos infelizes.

Mas, à beira do leito de uma criança doente,
Ou, ouvindo um inapropriado pedido de desculpas
De um velho moribundo, preocupado
Por tanto trabalho ter a eles dado,

Aproximam-se de Deus,
Cumprindo seu principal mandamento como um bom crente:
“Amar  ao próximo como a si mesmo”.
Médicos  têm as maiores  oportunidades de fazer o bem, a todo instante.

                          Dr. Francisco Gregori Junior 





FÉLICITATIONS & SUCCÈS !!!



Um comentário: